Não há melhor descrição para este álbum, senão que o seu próprio título. “Pare, escute e oiça”, pois é um verdadeiro furacão musical. Marta Ren é a líder incontestável da sua armada funk e soul que compõem os seus Groovelets. Apesar da frontwoman ter uma carreira consolidada graças à banda anterior The Bombazines e de ter uma vida na estrada bastante preenchida, só foi neste ano é que o resultado final deste novo projecto deu à luz.

Para quem anda atento, Marta Ren tem estado presente em alguns eventos musicais relevantes. A participação no concerto dos 20 anos dos Primitive Reason, o lançamento do single “Summer’s Gone” através da Antena 3 e a gravação duma versão de “Light My Fire” dos The Doors no programa “Sem Palheta” da RFM são alguns dos pontos altos que mantiveram o interesse sobre o que aí vinha.

A estreia deste novo projecto, editado pela Record Kicks, levou três anos para ser concretizado e as 11 músicas que compõem este disco bebe influências dos grandes nomes do Soul e do Funk dos anos 70 como James Brown e Marva Whitney. Apesar deste aspecto, este registo é um testemunho de como fazer música “antiga” e ao mesmo tempo soa moderna. O timing para o lançamento deste trabalho é mais que oportuno, tendo em conta que existe um movimento revivalista deste género musical, em grande parte devido à iniciativa da editora norte-americana Daptone Records. Com nomes Charles Bradley e Sharon Jones & The Dap-Kings pode-se dizer que o soul ainda tem pernas para andar no século XXI e continua a ser um estilo de música caracterizado pela crueza dos temas e da entrega dos músicos à arte.

O primeiro single retirado deste disco “2 kinds of men” e disponibilizado online antes da sua edição mostra um lado sentimental da cantora, evidenciado pela angustia de relacionamentos amoroso. Aliada com uma secção de sopros igualmente potente, a voz de Marta hipnotiza qualquer um e deixa claro que a transparência das emoções libertadas liderando o  tom pelo qual a musicalidade do disco se incide. Há também tempo para baladas como “Smiling Faces”, devaneios instrumentais soberbos em “Be Ma Fela” e momentos de afirmação pop contagiantes em “I’m not your regular woman”.

O disco de estreia desta renovada Marta Ren e dos seus Groovelvets é um sério candidato a constar no melhor de 2016. Digo isto sem exagero porque, na minha humilde opinião, já fazia falta dum disco com tanta alma e paixão no panorama musical português. Fazendo uso do refrão do último tema, se querem ouvir um álbum cujo principal intuito é “voltar a sentir o groove”, aqui encontram a solução perfeita.

Podem estar a par das novidades e ouvir o álbum na íntegra em:

Facebook: https://www.facebook.com/MartaRenTheGroovelvets/

Bandcamp: https://martarengroovelvets.bandcamp.com/